Posts recentes

História ou Lenda

Deixei lá a minha alma!

O ORÇAMENTO PARA GÉNIOS

O PODER DA OPINIÃO

A POBREZA

A ilusão do sonho ...

As Religiões e Deus

O COELHO DA CONSTITUIÇÃO

As Torres Gêmeas

Casa Pia

Arquivos

Abril 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Quinta-feira, 23 de Setembro de 2010

A POBREZA

 

Somos todos iguais

Foi que nos ensinaram em pequenos

Crescemos ouvindo esta retórica

Havendo uns mais iguais que outros nunca percebemos

 

Só que os pequenos cresceram

Ou onde andas igualdade

Uns enchem bem a barriga

Outros andam na mendicidade

 

Porque meu deus? Porque?

Para que serve a pobreza

Sei que querendo tu podias

Por comida em qualquer mesa

 

Como podemos acreditar num Deus

Que pactua nesta desigualdade

E que toda a vida ouvi

Ser Sr. da fartura e da felicidade

 

Esse sim na nossa mente

Sempre foi um Deus bondoso

Ajudando tanto o pobre

Como o ser todo-poderoso

 

Mas infelizmente não é

As desigualdades cada vez são mais

Com tanta miséria no mundo

Não queremos esse Deus nunca jamais

 

O mundo já está muito viciado

Só assim se pode compreender

Que 40% são tão ricos

E os outros a pobreza acaba por os absorver

 

LUÍS PRAGANA

17-12-2009

publicado por Lausinho às 15:29
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Sempre a assapar...

blogs SAPO

subscrever feeds