Posts recentes

História ou Lenda

Deixei lá a minha alma!

O ORÇAMENTO PARA GÉNIOS

O PODER DA OPINIÃO

A POBREZA

A ilusão do sonho ...

As Religiões e Deus

O COELHO DA CONSTITUIÇÃO

As Torres Gêmeas

Casa Pia

Arquivos

Abril 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Tempo

Weather Forecast
Local Contractor Lists in All States of US
Local Contractors
Terça-feira, 27 de Abril de 2010

D.AMÁLIA

oh como os anos passam, parece que foi ontem

Já deve ter novos versos no ceú

Estamos cheios de saudade

Da Diva que um dia levou o fado para a eternidade

 

Saudade dessa voz Melódica

Não me canso de ouvir

Os fados com o tempo

Se continuam a expandir

 

Amália é som

Amália está viva

Ficou nos entranhada no sangue

Faz parte da nossa vida

 

Sempre te escutei e ainda ouço

Sinto no mais intímo do meu ser um arrepio

Essa voz que me enlouqueçe

Deixando me até com frio

 

E ao ouvir Amália ouço

Divulgando os nossos poetas

David Mourão Ferreira com o Barco Negro

Deixou lhe as portas abertas

 

Cantou todos os poetas

De barco negro viajou pelo mundo

Enchendo o Olimpiam em Paris

Encantando todo o mundo

 

 

De Alexandre O`Neil

A gaivota voou

Na voz de Amália

E Paris encantou

 

 

Luís Pragana

06-10-2009

 

 

publicado por Lausinho às 19:01
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Sempre a assapar...

blogs SAPO

subscrever feeds