Posts recentes

História ou Lenda

Deixei lá a minha alma!

O ORÇAMENTO PARA GÉNIOS

O PODER DA OPINIÃO

A POBREZA

A ilusão do sonho ...

As Religiões e Deus

O COELHO DA CONSTITUIÇÃO

As Torres Gêmeas

Casa Pia

Arquivos

Abril 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Tempo

Weather Forecast
Local Contractor Lists in All States of US
Local Contractors
Sábado, 20 de Março de 2010

A Lobato que era Rosa

A Rosinha que é lobato

Oh como declamava poesia

Escrevia e publicava

Vivia a vida com alegria

 

Viveu a vida cheia de amor

Foi amada e amou

Representou fez cinema

E aproveitou a vida enquanto durou

 

Mas como tudo que nasce

Já vem com a vida controlada

E na hora da partida

Desligam sempre o interruptor à entrada

 

 

A biblioteca  ficou mais escura

Quando desligaram o interruptor

As prateleiras ficaram sem brilho

E os livros gemeram de dor

 

Nessa imensa biblioteca

Muitos amigos da Rosa partiram

Estão à tua espera Rosinha

Anda tudo num corropiu

 

Em homenagem à Rosa Lobato Faria ( que sempre admirei)

03-02-2010

 

 

 

 

publicado por Lausinho às 15:14
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Sempre a assapar...

blogs SAPO

subscrever feeds