Posts recentes

História ou Lenda

Deixei lá a minha alma!

O ORÇAMENTO PARA GÉNIOS

O PODER DA OPINIÃO

A POBREZA

A ilusão do sonho ...

As Religiões e Deus

O COELHO DA CONSTITUIÇÃO

As Torres Gêmeas

Casa Pia

Arquivos

Abril 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Terça-feira, 17 de Junho de 2008

Uma Constituição para a Europa

 

UMA CONSTITUIÇÃO PARA A EUROPA
 
Chamam-lhe o tratado de Lisboa
Na peregrinação a que está vinculado
Ainda a procissão vai no adro
Os irlandeses não o deixaram passar
Foi muito mal explicado
 
Há quem tenha ficado contente
Pois querem o tratado enterrar
Outros já o consideram morto
Nem querem dele ouvir falar
 
Este referendo na Irlanda
Veio mais uma vez demonstrar
A fragilidade europeia
De uma constituição ser capaz de aprovar
 
Serei apenas um leigo
Que sabe que o mundo está em alteração
E se não tivermos uma união forte
Outras potências surgirão
 
Sou também dos criticam
Por esta matéria o governo não ter referendado
Mas teremos que deixar passar
Portugal não pode ficar isolado
 
Os irlandeses culparam o governo
Do tratado não ser capaz de explicar
Mas em Portugal o senhor engenheiro
Preferiu o povo ignorar
 
O tempo urge é urgente negociar a união europeia terá que fazer cedências
Para que o tratado possa vingar
Se não voltamos à estaca zero
E ficamos a ver o tempo passar
 
Luís Pragana
14-06-08
 
publicado por Lausinho às 11:25
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Sempre a assapar...

blogs SAPO

subscrever feeds