Posts recentes

História ou Lenda

Deixei lá a minha alma!

O ORÇAMENTO PARA GÉNIOS

O PODER DA OPINIÃO

A POBREZA

A ilusão do sonho ...

As Religiões e Deus

O COELHO DA CONSTITUIÇÃO

As Torres Gêmeas

Casa Pia

Arquivos

Abril 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Terça-feira, 30 de Março de 2010

UM ROSTO PARA A REPÚBLICA

Agora que tanto falam em arranjar um novo rosto

 para dignificar a República Portuguesa porque não trazer para a ribalta,

 uma das grandes lutadoras da liberdade que sempre lutou pelos seus ideiais

e que nunca vergou  até se reformar de deputada

 

Fraseando até uma frase do nosso segundo rei D. Sancho I

Atrevo-me a citar

Aqui muito metarda Odete Santos uma lutadora da Guarda

Pode até não ser a mulher mais bela,mas foi uma lutadora Republicana

 

Se querem na verdade um rosto

Que diga algo aos portugueses

Como a República está destroçada

Ponham a poetisa a subir sobe que sobe a calçada

 

Esta sim, é uma senhora

Uma lutadora pela liberdade

E esta mulher Raiana

Desde que saiu da assembleia o debate perdeu a qualidade

 

 

Pragana, Luís Manuel Tiago

publicado por Lausinho às 18:46
link do post | comentar | favorito
Sábado, 20 de Março de 2010

A Lobato que era Rosa

A Rosinha que é lobato

Oh como declamava poesia

Escrevia e publicava

Vivia a vida com alegria

 

Viveu a vida cheia de amor

Foi amada e amou

Representou fez cinema

E aproveitou a vida enquanto durou

 

Mas como tudo que nasce

Já vem com a vida controlada

E na hora da partida

Desligam sempre o interruptor à entrada

 

 

A biblioteca  ficou mais escura

Quando desligaram o interruptor

As prateleiras ficaram sem brilho

E os livros gemeram de dor

 

Nessa imensa biblioteca

Muitos amigos da Rosa partiram

Estão à tua espera Rosinha

Anda tudo num corropiu

 

Em homenagem à Rosa Lobato Faria ( que sempre admirei)

03-02-2010

 

 

 

 

publicado por Lausinho às 15:14
link do post | comentar | favorito

O jardim da cultura

Com a passagem do tempo

Nem a mais bela flor

Se aguenta ao relento

Até a mais linda rosa vai murchando a cada momento

 

Com o tempo acabou de secar

Foi como o jardim escurecesse

Sempre que a planta mais bela morre

É como todo o jardim adoecesse

 

Esta rosa sem espinhos

Que encantou Portugal

Nas novelas e na poesia

Foi uma das srºs mais belas que passaram pela cultura um dia

 

Era uma boneca autêntica de porcelana

Pela primeira vez que a vi

Declamava ela então poesia

Cheguei a ser louco por ti

 

Foi sem dúvida a poetisa

que sempre me impressionou

Partiu uma grande senhora

mas a sua obra por cá ficou

 

Grande Rosa eras a maior

Que este jardim já deixou

Vais ter que te juntar ao clube

Que do cantinho da cultura se fartou

 

Em homenagem à Rosa Lobato Faria

 

02-02-2010

 

 

 

 

publicado por Lausinho às 15:04
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 19 de Março de 2010

Se a minha alma é pequena e não deixa de chorar

Sofrendo desilusão

Atrás de frustração

Suspiros do coração

Até o ouço sussurrar

 

Das marcas que estão gravadas

Nesta vida de ilusão

A vida está tão marcada

Numa constante agonia sofrendo ao bem sofrer

 

Esta alma aventureira vai acabar por vencer

Sei que há muita gente com direito a duvidar

Mas olhem para dentro de vós e ouçam a alma cantar

Quem sou eu para aconselhar

 

Acreditem se quiserem

As almas vivem conosco

Quando uma alma sai

 O corpo está decomposto

 

O Lau

16-12-2009

 

 

 

 

publicado por Lausinho às 19:18
link do post | comentar | favorito

Afinal onde estão os problemas??

Com o início dos trabalhos

na assembleia da república

Com o novo governo minoritário

Nada mudou e os deputados andam em círculo

 

Com o desemprego aumentar

Vai continuar agravar

É difícil ao cidadão comum

Que já há muito deixou de sonhar

 

Mas parece que a crise por aqui passou

Os deputados da nação

Acham prioritário as escutas do sr. engenheiro

Do que tratarem de arranjar uma solução

 

Neste momento a assembleia

Que devia estar a tratar de se unir

Para arranjar maneira de safar o país

Interessa mais as escutas e o povo está como se diz

 

O cidadão que trabalha está desorientado

Pois os exemplos são mais do que muitos

A assembleia é uma palhaçada

E as elites do país ainda alimentam tudo

 

Como sairemos deste buraco

Quem olha para o emiciclo

E dá de caras com gente tão fina

Sabe de antemão que estão lá pela adrenalina

 

Os nossos deputados já ninguém os leva a sério

O que devia ser o espelho deste país para o povo

Agora ninguém os leva a sério

Nada temos a esperar de bom dos deputados

 

Só com uma ajuda divina, eles irão ficar mais democratizados

São precisos deputados com carácter e idiais

Homens que lutem pelas causas

E que este povo não torturem mais

 

O Lau

13-12-2009

 

 

 

publicado por Lausinho às 19:05
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Sempre a assapar...

blogs SAPO

subscrever feeds