Posts recentes

História ou Lenda

Deixei lá a minha alma!

O ORÇAMENTO PARA GÉNIOS

O PODER DA OPINIÃO

A POBREZA

A ilusão do sonho ...

As Religiões e Deus

O COELHO DA CONSTITUIÇÃO

As Torres Gêmeas

Casa Pia

Arquivos

Abril 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Tempo

Weather Forecast
Local Contractor Lists in All States of US
Local Contractors
Sexta-feira, 26 de Setembro de 2008

O Poligrafo da verdade

 

O POLÍGRAFO DA VERDADE
 
Agora que apareceu este novo programa
Só para por a nu a vida dos mais pobres
Bom seria que a SIC
Aproveitasse o programa e levasse lá os que se julgam mais nobres
 
Como o polígrafo só fala verdade
Era um óptima ideia levar lá os mandões
Para serem apanhados nas contradições
E assim o cidadão veria que não são aldrabões
 
Assim talvez convencessem
Os cidadãos nas próximas eleições a votar
Desapareceriam as más impressões
E a politica ficaria a ganhar
 
Para eles seria bom
Aparecerem de cara lavada
E demonstrarem que tudo o que possuem
Vem apenas do ordenado e mais nada
 
Acabava-se o disse que disse
Deixaríamos de os olhar como ladrões
E o cidadão comum com outros olhos os iria olhar
E assim teríamos a certeza que ninguém nos voltaria a roubar
 
Luís Pragana
26-09-2008
 
publicado por Lausinho às 12:03
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 24 de Setembro de 2008

À procura do lince

 

À PROCURA DO LINCE
 
Fiz uma promessa a mim próprio
De um lince algarvio ir apreciar
Para ver se está contente
E se gosta de cá estar
 
E lá fui eu com a ideia do lince na cabeça
Andei pela serra sempre com a ilusão e esperança
Procurando aos velhotes que diziam
Mas que é isso a gente aqui não tem lembrança
 
Parámos a refrescar num bar à beira da estrada
Lembrei-me ao proprietário perguntar
- O senhor sabe se há linces por aqui?
Olhe estou aqui desde que nasci nunca o vi passar
 
Mesmo assim não desisti
Voltamos novamente a andar
Procuramos a um lavrador
Que a terra andava a amanhar
 
Já ouviu falar no lince algarvio
Aí o homem respondeu:
- Já vá à Praia da Rocha
Foi aí que apareceu
 
E segui o meu caminho cansado fui-me sentar
Como já estava perto do mar a um pescador procurei
- O senhor conhece o lince algarvio?
E ele respondeu: - Mesmo agora acabou de zarpar
 
E assim esta experiência
Que não correu nada bem
Porque lince aqui ninguém vê
Só na Malcata se dá bem
 
Em busca do animal falavam-me do lince algarvio
Que na praia iria encontrar
Eu falava de um animal
E eles de um barco que tinha acabado de entrar no mar
 
Luís Pragana
22-09-2008
publicado por Lausinho às 10:39
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 22 de Setembro de 2008

Os sem vergonha

 

OS SEM VERGONHA
DE CONSCIÊNCIA TRANQUILA
 
Esta é uma das palavras mais utilizadas
Por quem gere os destinos deste pais
Seja ministro, deputado ou autarca
Portugal está assim como se diz
 
Ao longo destes anos de democracia
Têm delapidado o património das autarquias
E nunca ninguém foi penalizado
Por isso este país se encontra neste estado
 
Como é sinónimo deste país
Nunca se apanhar o culpado
O porquê de tantos processos nos tribunais
Onde o povo fica sempre lixado
 
Estes senhores sem vergonha
Como conseguem dormir?
Quando o dinheiro é dos outros
Só é preciso extorquir
 
Este é um vírus entranhado que não terá solução
Neste povo sempre haverá
Os sem vergonha de consciência tranquila
Minam o país que jamais avançará
 
Luís Pragana
22-09-2008
 
publicado por Lausinho às 11:56
link do post | comentar | favorito

Afinal o que está errado?

 

AFINAL O QUE ESTÁ ERRADO?
A LEI OU OS JUÍZES?
 
Foi preso um cidadão estrangeiro
Apanhado com um arsenal de armas ilegais
Armas brancas e explosivos dentro de um carro roubado
E nem sequer foi preso é um caso como outros mais
 
Ter armas em Portugal não é crime
Só se for apanhado com um tanque de guerra e não levar carta de condução
Poderá até ser preso
Se for obrigado a soprar ao balão
 
O nosso sistema judicial está mesmo arruinado
São os juízes e os criminosos a começaram-se a organizar
Os criminosos fazem o que querem
E os juízes não os vão julgar
 
Neste momento é perigoso
Numa esquadra de polícia entrar
Podemos ser baleados
Sem que a guarda possa actuar
 
Por isso o povo começa a andar armado
Já não se sente bem em nenhum lado
Se mesmo dentro da esquadra dão cinco tiros a uma pessoa
E nem mesmo assim o criminoso é arrecadado
 
Acredito que haverá justiça
Quando o cidadão se organizar
Pode levar algum tempo
Ou começar à pancada para justiça justificar
 
Fazemos como diz a Bíblia
Olho por olho dente por dente
Limpamos o sebo aos outros
E ficaremos por cá contentes
 
Mas um dia vai acontecer uma desgraça
Quando um juiz num tribunal for baleado
A justiça logo actua
Trata-se pois de um magistrado
 
Sei que não podemos fazer juízo
Quem somos nós para julgar
Mas aconselho os portugueses a ripostar
Vale mais ir ver-nos na cadeia do que irem para o cemitério chorar
 
Luís Pragana
22-09-2008
 
publicado por Lausinho às 11:35
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 17 de Setembro de 2008

Centro de Alcoolicos Recuperados da Guarda

 

 

O ALCOOLISMO – UMA CHAGA SOCIAL
 
Centro de Alcoólicos Recuperados da Guarda
 
Uma IPSS sem fins lucrativos
Que muito tem dignificado a cidade e o distrito, 
Com um trabalho exemplar na luta contra o álcool
Que merece o respeito de todos nós e com o qual me identifico
 
Este Centro conta já com 25 anos de serviços prestados à causa do alcoolismo
Muito por mérito do seu presidente que é um homem persistente
E sempre se agarrou a uma obra que ele mesmo edificou
Com as poucas ajudas que tem começa agora a ficar impotente
 
O CARG que ao longo da sua existência
Graças a este Centro milhares de doentes se trataram
Teve um papel meritório na luta contra o álcool
Passando sérias dificuldades porque os doentes simplesmente o ignoraram
 
Foram mais de um milhar e meio
Que por este Instituição passaram
Fazendo o tratamento ao alcoolismo
E que a sua vida particular modificaram
 
Nesta hora de agonia que esta instituição atravessa
Venho apelar às forças vivas da região
Que ajudem a realizar um trabalho exemplar
E para que olhem com olhos de ver para esta associação
 
Quero com estas palavras alertar
Todos os alcoólicos que foram tratados
Que ajudem esta associação
Por que há outros doentes que precisam de ser ajudados
 
Está na hora pois de agir
Todos juntos vamos vencer
Como seres humanos responsáveis
Ajudar o CARG do Distrito para o seu trabalho continuar a fazer
 
O alcoolismo é a maior causa de crimes em Portugal
Ao ajudar o CARG nesta luta
Nesta luta contra o alcoolismo estamos a ajudar-nos a nós
Seja solidário contribua
 
Luís Pragana
Sócio honorário
 
CARG
Rua Alexandre Herculano, Bloco L 3 A – r/c
6300-659 GUARDA
Tel. 271213176
Fax.271210013
publicado por Lausinho às 14:49
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Sempre a assapar...

blogs SAPO

subscrever feeds