Posts recentes

História ou Lenda

Deixei lá a minha alma!

O ORÇAMENTO PARA GÉNIOS

O PODER DA OPINIÃO

A POBREZA

A ilusão do sonho ...

As Religiões e Deus

O COELHO DA CONSTITUIÇÃO

As Torres Gêmeas

Casa Pia

Arquivos

Abril 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Segunda-feira, 7 de Julho de 2008

Os aceleras

OS ACELERAS

 
Andamos todos os dias na estrada
Qualquer um pode ter azar
Mas quem continua a matar
Não deixa de andar a acelerar
 
As estradas são uma aventura
O pessoal anda stressado
Não respeitam ninguém
É preciso é andar acelerado
 
Paciência precisa-se
Senão entramos em guerra
Fazem asneira e chamam-nos nomes
É a educação desta era
 
Outros há que também que saem do carro
Rugem como leões
São os que fazem mais merda
Vêm armados em vilões
 
Também há os que criam confusão
Vêm até armados prontos para a colisão
O melhor é dar à sola
E sair da confusão
 
O melhor é ouvidos moucos
Por o rádio alto a tocar
Porque se perdermos a paciência
Á porrada teremos que andar
 
Luís Pragana
07-07-2008
 
 
publicado por Lausinho às 11:50
link do post | comentar | favorito

As cobras que nos rodeiam

 

AS COBRAS QUE NOS RODEIAM
 
Viver é uma loucura
Cair é uma cruzada
Levantar é uma aventura
Nesta sociedade desumanizada
 
É preciso muita coragem
E ter também muito crer
Só quem cai e se levanta
Nesta selva pode vencer
 
Há uma força interior
Que habita dentro de nós
Sente que temos vontade
Ela cresce com uma vontade atroz
 
É preciso saber esperar
Voltaremos a erguer
E os nossos falsos amigos
Voltarão novamente a aparecer
 
É bom ver estas cobras
Babadas para se enquadrar
Mas com nosso repelente
Não nos voltarão a envenenar
 
Irão roer-se de inveja
Voltámos para nos vingar
Os remorsos darão cabo deles
Por nos terem deixado afundar
 
Luís Pragana
07-07-2008
publicado por Lausinho às 11:40
link do post | comentar | favorito

Três anos de suplicio

 

TRÊS ANOS DE SUPLICIO
 
Depois de três anos consecutivos
O povo português ter sido saqueado e espoliado
Por fim o governo do senhor engenheiro
Quer agora compensar este povo desolado
 
Conseguiu durante este período
O que nenhum governo nunca fez
E agora ao cair na realidade
Quer reparar todo o mal que nos fez
 
Só tarde e com estragos incalculáveis
O governo por fim reconheceu
Que andou a enganar os pobres
E só aos ricos engrandeceu
 
Estragaram completamente este país
Com politicas inadequadas
E hoje milhares de portugueses
Estão com as vidas completamente estragadas
 
Agora que já não há volta a dar
Porque milhares de famílias ruíram
Quer por fim tapar os olhos ao povo
E penalizar os que para isso contribuíram
 
Viver no Portugal actual é um sufoco
Sobreviver é uma aventura
Os estragos que fizeram ao longo dos anos
Terão comprometido a geração futura
 
Terá compensado o suplício
Que obrigaram este povo a passar
Portugal está bom para os ricos
Os pobres vão continuar a sufocar
 
 
Luís Pragana
07-06-08
 
publicado por Lausinho às 11:39
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 2 de Julho de 2008

A Diva está viva

 

 

A DIVA ESTÁ VIVA
 
A poderosa voz de Amália
Está no nosso coração
Faz eco na nossa mente
Amália é uma paixão
 
O fado enriqueceu
Sofreu de amores a cantar
Mas o que Amália nos deu
Trememos só a pensar
 
Amália é hoje um mito
Para as futuras gerações
Vão aprender a ouvir Amália
No som dos seus corações
 
Talvez seja um fanático
Que sofre de ilusões
Sempre que oiço essa voz
Sinto grandes vibrações
 
Será sempre a voz do fado
Que encantará gerações
E no fado é e será
Remédio das multidões
 
Só quem ama o fado sente
As vibrações do que é o fado
Amália está dentro de nós
Será sempre a voz do fado
 
Luís Pragana
02-07-2008
 
publicado por Lausinho às 10:42
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
blogs SAPO

subscrever feeds