Posts recentes

História ou Lenda

Deixei lá a minha alma!

O ORÇAMENTO PARA GÉNIOS

O PODER DA OPINIÃO

A POBREZA

A ilusão do sonho ...

As Religiões e Deus

O COELHO DA CONSTITUIÇÃO

As Torres Gêmeas

Casa Pia

Arquivos

Abril 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Tempo

Weather Forecast
Local Contractor Lists in All States of US
Local Contractors
Sábado, 20 de Março de 2010

O jardim da cultura

Com a passagem do tempo

Nem a mais bela flor

Se aguenta ao relento

Até a mais linda rosa vai murchando a cada momento

 

Com o tempo acabou de secar

Foi como o jardim escurecesse

Sempre que a planta mais bela morre

É como todo o jardim adoecesse

 

Esta rosa sem espinhos

Que encantou Portugal

Nas novelas e na poesia

Foi uma das srºs mais belas que passaram pela cultura um dia

 

Era uma boneca autêntica de porcelana

Pela primeira vez que a vi

Declamava ela então poesia

Cheguei a ser louco por ti

 

Foi sem dúvida a poetisa

que sempre me impressionou

Partiu uma grande senhora

mas a sua obra por cá ficou

 

Grande Rosa eras a maior

Que este jardim já deixou

Vais ter que te juntar ao clube

Que do cantinho da cultura se fartou

 

Em homenagem à Rosa Lobato Faria

 

02-02-2010

 

 

 

 

publicado por Lausinho às 15:04
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim

Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Sempre a assapar...

blogs SAPO

subscrever feeds