Posts recentes

História ou Lenda

Deixei lá a minha alma!

O ORÇAMENTO PARA GÉNIOS

O PODER DA OPINIÃO

A POBREZA

A ilusão do sonho ...

As Religiões e Deus

O COELHO DA CONSTITUIÇÃO

As Torres Gêmeas

Casa Pia

Arquivos

Abril 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Tempo

Weather Forecast
Local Contractor Lists in All States of US
Local Contractors
Sexta-feira, 20 de Fevereiro de 2009

A ÁRVORE

 

A ÁRVORE
JUNTO DA CERCA DO SANATÓRIO
 
Agora até com uma arvore centenária
Que já era uma referencia na cidade
Ceifaram-lhe a vida sem piedade
Foi um crime sem clemência
 
Enquanto nos outros lados preservam
Na Guarda deita-se abaixo
A árvore de certeza desviou-se bateu em algum ser iluminado
Que ficou irritado
 
Incomodava de certeza alguém
Que na cidade não nasceu
Porque se tivesse brincado por ali
Estava tão indignado como eu
 
Foi mais um crime contra o património da cidade
Esta árvore era de certeza centenária
Se olharmos as fotos antigas
Já naquele tempo ocupava uma grande área
 
Brincávamos ao seu redor
Passava-se pelos dois lados
Para saltarmos a cerca
Era por ali que entravamos
 
Naquele tempo sanatório tinha uma vegetação variada
Havia muitos castanheiros
Como não podíamos passar o portão para ir às castanhas
Era por ali que entravamos éramos sempre os primeiros
 
Quando o muro fizeram
Esta arvore já lá se encontrava
Fizeram o muro ao seu redor
Gerações foram passando e a árvore não incomodava
 
Luís Pragana
18-02-2009
 
publicado por Lausinho às 11:37
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim

Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Sempre a assapar...

blogs SAPO

subscrever feeds