Posts recentes

História ou Lenda

Deixei lá a minha alma!

O ORÇAMENTO PARA GÉNIOS

O PODER DA OPINIÃO

A POBREZA

A ilusão do sonho ...

As Religiões e Deus

O COELHO DA CONSTITUIÇÃO

As Torres Gêmeas

Casa Pia

Arquivos

Abril 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Tempo

Weather Forecast
Local Contractor Lists in All States of US
Local Contractors
Terça-feira, 11 de Março de 2008

O Mar

 

O MAR
 
Bem cedo pela manhã
É bom espreitar o mar
Azul parece o céu
Com as águas a transbordar
 
É uma enorme mancha azul
Bonita em qualquer momento
Sinto-me paralisado
Neste tão belo deslumbramento
 
O mar aclama-nos a fúria
Dá magia ao coração
E o rebentar das ondas
Cria uma estranha emoção
 
Dá vida a milhões de seres
Que ali ganham o seu pão
Vão-no enchendo de veneno
Tratando-o com ingratidão
 
Por vezes ele surpreende
Com o seu ar de revolta
Destruindo e alagando
Tudo o que está à sua volta
 
Chegam as marés vivas
Olham-no com um certo desdém
Mas mesmo com a sua fúria
Todos os amam também
 
Luís Pragana
18-02-08
 
publicado por Lausinho às 15:34
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim

Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Sempre a assapar...

blogs SAPO

subscrever feeds